Promover Saúde e Educação


  Contato : WhatsApp (98) 98179-9207 | Fixo (98) 3301-7211

NUTRIÇÃO CLÍNICA FUNCIONAL E FITOTERAPIA

Os cursos de pós-graduação em Nutrição Clínica Funcional são voltados aos nutricionistas com experiência em atendimento nutricional ou que desejam buscar expertise neste segmento. O curso possibilita capacitar o Nutricionista a reconhecer e instituir o Diagnóstico e o Tratamento Nutricional centrado no paciente, conforme os princípios da Nutrição Funcional, visando a promoção, manutenção e recuperação da saúde. O grande diferencial do curso, além dos temas inovadores abordados, é a vivência da formação por meio de atividades práticas, como o atendimento clínico, capacitando os profissionais a ter total segurança em seu trabalho, aliando a prática profissional ao avanço do conhecimento técnico-científico.

NUTRIÇÃO CLÍNICA FUNCIONAL E FITOTERAPIA.

Projeto Pedagógico

COMPOSICÃO DOS ALIMENTOS
FUNCIONAIS E SUA UTILIZAÇÃO

Água e eletrólitos, minerais e vitaminas importantes. O que é um alimento funcional, ingredientes típicos de alimentos funcionais, como comprovar a eficácia e segurança, alegações sobre os benefícios para a saúde.

TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL E
PARENTERAL

Justificativas e critérios para o suporte nutricional adequado; Nutrição enteral; Nutrição
parenteral; Síndrome de realimentação; Alimentação de transição; Terapia nutricional na assistência de longa duração e na assistência domiciliar; Questões éticas.

GASTRONOMIA FUNCIONAL, PERSONAL
DIET E MARKETING EM NUTRIÇÃO

Valor nutritivo e caracteres organolépticos dos alimentos. Terminologias, equivalência
peso/volume. Pré-preparo e preparo de alimentos. Preparações de alimentos de origem animal e vegetal e sua utilização em dietas normais. Processos de cocção, métodos de preparo e sua aplicação para conservação ou melhoria das características organolépticas, valor nutritivo e digestibilidade dos alimentos. Introdução ao planejamento de cardápios.Significado, Atividades e atribuições de Personal Diet; Legislação, Ética e histórico; Personal diet: a nova opção de trabalho para o nutricionista; Atuação do nutricionista como Personal Diet; Vantagens do atendimento domiciliar; Marketing e empreendedorismo; Marketing aplicado; Noções gerais de empreendedorismo em nutrição- fatores-chave para o sucesso profissional; Relação profissional x cliente;
Divulgação – materiais e métodos; Pré-implantação – estrutura do serviço; Etapas do serviço, elaboração da proposta de serviço. Cálculo do custo do serviço; Elaboração do cronograma de atividades e contrato de prestação de serviço; Equipamentos básicos – quais são, para que servem, quanto custam e como adquiri-los; Adipômetro, Estadiômetro, fita métrica; Equipamentos complementares; Bioimpedância (bia); Aparelho de pressão arterial, montagem das fichas; Ficha de avaliação e anamnese alimentar; Ficha de controle de aceitação das preparações; Ficha para aplicação do checklist no ambiente de preparo; Montagem das sessões de reeducação alimentar; Montagem dos treinamentos, Implantação; Serviços do programa Personal Diet; Consulta familiar.

IMUNONUTRIÇÃO E FARMACONUTRIÇÃO

Efeitos dos nutrientes, incluindo macronutrientes, vitaminas, minerais e oligoelementos nos processos inflamatórios do corpo humano, nas atividades das células brancas do sangue (leucócitos), na formação de anticorpos bem como na resistência às doenças. Aspectos farmacológicos das interações entre alimentos e medicamentos ; Fatores de risco para interações entre alimentos e medicamentos; Efeitos dos alimentos no tratamento medicamentoso; Efeitos de fármacos nos alimentos e nutrição; Modificação da ação dos fármacos por alimentos e nutrientes; Efeitos dos fármacos sobre o estado nutricional; Excipientes e interações entre alimentos e fármacos; Tratamento nutricional clinico.

AVALIAÇÃO CLÍNICA, ANTROPOMETRIA E EXAMES
BIOQUÍMICOS

Aprofundamento de técnicas de avaliação antropométrica, conhecimento mais elaborado sobre os exames bioquímicos clínicos.Exame físico e história clínica.

BIOÉTICA E PSICOLOGIA EM SAÚDE

Estudo da Bioética como a Ética da Pesquisa e do trabalho dos profissionais de saúde com base na concepção principialista de Potter. Ética em pesquisa com seres humanos correlacionando-as com os princípios da Ética. Legislação que rege a ética em pesquisa e a atitude ética do pesquisador no respeito à pesquisa e ao pesquisado, ao seu esclarecimento para a concordância em participar do estudo e ao respeito às suas características individuais. Fundamentos da clínica, epistemologia da clínica e do método clínico. Psicologia da saúde: conceituação, enfoques teóricos e metodológicos. Representações culturais de saúde e doença. A relação equipe clínica-paciente. O paciente e a hospitalização. Fundamentos e abordagens psicológicas de promoção, prevenção e reabilitação em saúde.

DOENÇAS E DISTÚRBIOS DO TRATO GASTROINTESTINAL
E DO SISTEMA IMUNOLÓGICO

Dietoterapia nas doenças do esôfago e do estômago, problemas intestinais comuns, doenças do intestino delgado, deficiências enzimáticas da borda em escova do intestino, doenças inflamatórias intestinais e as consequências nutricionais da cirurgia intestinal.

NEOPLASIAS E DOENÇAS ENDÓCRINO-
METABÓLICAS

Epidemiologia geral do câncer, biologia do câncer, causa e prevenção, nutrição e câncer,
recomendações nutricionais e dietoterapia. Implicações nutricionais do câncer, controle dos sintomas do câncer e dos efeitos colaterais do tratamento. Terapia nutricional para Diabetes Melito: Categorias de intolerância à glicose Critérios de triagem e diagnóstico; Tratamento de pré-diabetes; Tratamento do diabetes;Implementação do processo de cuidado nutricional; Complicações agudas e complicações tardias; Hipoglicemia de origem não diabética. Terapia nutricional para a obesidade e síndrome metabólica: Regulação do peso corporal; Desequilíbrio de peso: sobrepeso e obesidade; Manejo da obesidade em adultos; Problemas comuns no tratamento da obesidade e da síndrome metabólica.

DISLIPIDEMIAS, DOENÇAS CARDIOVASCULARES E
NEFROPATIAS

Dietoterapia nas dislipidemias: alterações das concentrações das lipoproteínas.Dietoterapia nas doenças cardiovasculares: Aterosclerose e doença arterial coronariana;Hiperlipidemias genéticas; Hipertensão arterial sistêmica; Insuficiência cardíaca. Doenças renais; Lesão renal aguda (insuficiência renal aguda); Dietoterapia na doença renal crônica ;Doenças tubulares e intersticiais; Doenças glomerulares Doença renal em estágio terminal.

DOENÇAS E DESORDENS NEUROLÓGICAS E
SAÚDE DA MULHER

Dietoterapia nas desordens neurológicas: disfagia; Doenças neurológicas de origem nutricional; Distúrbios neurológicos decorrentes de trauma; Traumatismo craniano ou neurotrauma; Traumatismo da coluna e lesão da medula espinal Doenças neurológicas. Saúde da mulher: ações educativas, preventivas, de diagnóstico, tratamento e recuperação, englobando a assistência à mulher em clínica ginecológica, no pré-natal, parto e puerpério, no climatério, em planejamento familiar, Doenças Sexualmente Transmissíveis, cânceres de colo de útero e de mama e Tratamento Nutricional da Síndrome do Ovário Policístico.

FITOTERAPIA

A Fitoterapia e suas bases: farmacobotânica e fitoquímica; Toxicologia; Principais interações de fitoquímicos com alimentos e medicamentos; Fitogenômica e Nutrigenômica; Absorção e eliminação. Legislação em fitoterapia trato gastrointestinal, disbiose, Inflamação, Síndrome metabólica. Sistema urinário,Tecido tegumentar, sistema ósseo articular e sistema cardiorespiratório, influência em Neurotransmissores, sistema hormonal; sistema imunológico; atividade física. Prescrições de importância nos ciclos de vida: materno-Infantil, adolescente, adulto e idoso.

POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE

Políticas de Saúde no Brasil, Legislação do SUS, Processo saúde-doença e promoção da saúde, Cenário Epidemiológico atual. Vigilância em Saúde e Sistemas de Informação em Saúde, organização, funcionamento e modelos de gestão do Sistema Único de Saúde.

BIOLOGIA MOLECULAR E BIOQUÍMICA FISIOLÓGICA

Nutrientes essenciais e relação entre dieta e doenças crônicas. Valor energético do alimento, determinação do consumo de energia, necessidades energéticas humanas e mecanismo de regulação o balanço energético. Organização do corpo humano, nível químico, nível celular, nível tecidual, nível orgânico, nível sistêmico e nível de organismo. Estruturas celulares: membrana plasmática, núcleo, ribossomo, lisossomos, retículo endoplasmático liso e rugoso, complexo de golgi, mitocôndrias. Processos vitais do corpo humano: metabolismo celular, diferenciação, responsividade, crescimento, movimento, reprodução, manutenção da homeostase. Energia: trabalho celular, atividade cardiovascular, atividade nervosa e endócrina, ventilatória e muscular. Carboidratos: Classificação, estimativa, disponibilidade e consumo, digestão e absorção, resposta glicêmica, metabolismo, ingestão recomendada, carboidratos e doenças e erros inatos do metabolismo. Lipídios: lipídios naturais da dieta, gorduras da dieta alteradas pelo processamento dos alimentos, digestão absorção e transporte, metabolismo, efeitos na saúde e recomendações de ingestão. Proteínas: crescimento e manutenção da saúde, constituição proteica do corpo humano, aminoácidos e outros compostos nitrogenados, proteínas da dieta, pool de aminoácidos, turnover, síntese e degradação, ferimentos e traumatismos, balanço nitrogenado, metabolismo da ureia, constituição das proteínas da dieta, desequilíbrios e recomendações de ingestão.

DOCUMENTAÇÃO PARA MATRÍCULA

RG E CPF, DIPLOMA OU DECLARAÇÃO DE CONCLUSÃO, HISTÓRICO DA UNIVERSIDADE E COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA.